"Informática na Educação Especial: cursos a distância para professores", em A sair nos Anais do VII Congreso Internacional Exigencias de la Diversidad, 1 a 3 de abril de 2002, Santiago de Compostela, Espanha..

Autores:   Fernanda Maria Pereira Freire, Heloisa Vieira da Rocha

Artigo (pdf)

Resumo

     Estudos têm mostrado o potencial clínico-educacional que as Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) representam para a Educação Especial, revelando questões teórico-práticas importantes para a melhoria dos programas educacionais e favorecendo acesso à informação/conhecimento. Nesse sentido é fundamental que as TIC estejam atreladas a uma proposta educacional visando resultados satisfatórios. Torna-se, então, necessário preparar o profissional para integrar as TIC à sua atuação objetivando o aprendizado/desenvolvimento de seus alunos. Este trabalho discute a utilização da Internet como meio de desenvolver cursos de formação de profissionais da área de Educação Especial. Serão apresentados dados do Curso de Formação do Projeto Proinesp (SEESP/FENAPAES- Brasil) desenvolvido no ambiente de suporte ao ensino-aprendizagem TelEduc do Núcleo de Informática Aplicada à Educação da Universidade Estadual de Campinas, SP-Brasil. O Projeto Proinesp formou em dois anos cerca de 500 profissionais de 120 instituições de todo território nacional. A escolha da modalidade a distância para a realização de cursos justifica-se pela necessidade de se desenvolver programas de formação em serviço para um grande número de profissionais sem deslocá-los de suas instituições de origem minimizando-se custos operacionais e garantindo o caráter teórico-prático da formação visando o atendimento da diversidade constitutiva da realidade educacional.