"Projeto TelEduc: Pesquisa e Desenvolvimento de Tecnologia para Educação a Distância", em IX Congresso Internacional de Educação a Distância da ABED (Associação Brasileira de Educação a Distância). Setembro, 2002. (Trabalho Vencedor do Prêmio de Excelência ABED/EMBRATEL na categoria Pesquisa).

Autores:   Heloisa Vieira da Rocha et al.

Artigo (pdf)

Resumo

     Neste trabalho é apresentado o TelEduc, um ambiente para a criação, participação e administração de cursos na Web cujo desenvolvimento vem se dando desde 1997. Ele foi concebido tendo como alvo o processo de formação de professores na área de Informática na Educação, baseado na metodologia de formação contextualizada desenvolvida por pesquisadores do Núcleo de Informática Aplicada à Educação (Nied) da Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). O TelEduc foi desenvolvido de forma participativa, ou seja, todas as suas ferramentas foram idealizadas, projetadas e depuradas segundo necessidades relatadas por seus usuários. Do resultado deste trabalho contínuo o ambiente TelEduc cresceu e se solidificou despertando interesse de diversas instituições de ensino e empresas públicas e privadas. Em fevereiro de 2001 foi disponibilizada sua primeira versão como um software livre, iniciativa esta pioneira tanto a nível nacional como internacional. A partir deste lançamento inúmeras instituições públicas e privadas - como UFRGS, USF, PUCSP, FUNDAP, Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo, Universidade de Uberaba, UNICAMP, UNB - passaram a usar o TelEduc. E este uso, nos mais diferentes contextos, levou ao desenvolvimento de novas ferramentas. Sua versão 3.0, completamente reestruturada e otimizada, foi lançada recentemente em março de 2002, apresentando suporte a múltiplas línguas de forma a atender a demanda de uso internacional do ambiente. Além disso, o uso constante tem nos demonstrado que o TelEduc apresenta características que o diferenciam dos demais ambientes para educação a distância disponíveis no mercado como: a facilidade de uso por pessoas não especialistas em computação, flexibilidade quanto ao modo de utilização e um conjunto enxuto de funcionalidades.